Shoegaze

julho 30, 2007

O Lúcio Ribeiro disse lá no seu blog que está acontecendo uma volta do shoegaze. Tudo volta. Mais cedo ou mais tarde, tudo volta. Na verdade, nada acaba. Fica quietinho, meio adormecido, escondidinho ali no leste europeu ou no Japão. Não é impressionante como tudo se mantém vivo no leste europeu? O shoegaze andava firme e forte por ali há um tempinho atrás, com bandas tipo Pia Fraus. O sujeito do Optimo disse em sua entrevista à Pitchfork que o drum ‘n bass está bombando fortísimo por lá também.

O Guardian fez uma matéria sobre essa volta do Shoegaze. O fogo desse mais novo hype está sendo alimentado ferozmente. Tem até filme e livro sobre o assunto vindo por aí.

E por falar nisso, semana passada escutei essa banda sensacional chamada A Shoreline Dream, que me trouxe um pouco de aperto no coração. Um pouco de saudade daquela época. Me lembrei na hora de Ride e Slowdive. Escuta só e me diz. Os caras são de Denver, mas ninguém vai desconfiar se eles disserem que são de Oxford.

Projections é do EP A Shoreline Dream, do ano passado. New York está no Coastal, que sai amanhã.

A Shoreline Dream – Projections [MP3]

A Shoreline Dream – New York [MP3]

P.S.: Mark Gardener, vocalista do Ride dá algumas declarações nessa matéria. Ele diz que um dos responsáveis pela morte do shoegaze foi o grunge:

“We had no chance after grunge,” says Gardener. “We were the opposite of greasy smack-takers from America. We were nice boys – and nice boys on the wrong kinds of drugs.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: