Leda

julho 2, 2009

Eu tenho Twitter. O Twitter te acostuma mal. Por outro lado, tem o lance da praticidade. Escrever em blog requer um certo domínio de algumas técnicas. Fazer links, anexar imagens, esse tipo de coisa. Tudo bem, tudo bem, não é nenhuma física quântica. Qualquer um faz, mas não seria ótimo se tivesse um jeito mais fácil de se escrever posts de blog interessantes sem recorrer a todas essas ferramentas? Sim, existe! É só escrever e pronto! Há quantos séculos existem os blogs? Existem desde muito antes do advento dessa tecnologia muito louca que é a internet. Naquela época era só o texto e era bom pra cacete.

E hoje? Hoje não dá pra ser assim. O leitor fica entediado.

Eu admiro muito os blogueiros que têm um cuidado e um capricho enorme com seus blogs. Atualizam todos os dias, colocam belas imagens, belos textos, belos links, belas cores. Um dia serei assim também.

Pois bem. Vamos ao que interessa. O Peter Baumann, que já foi do Tangerine Dream, brincou de Giorgio Moroder no fim dos anos 70 e encabeçou um projeto chamado Leda. Bem, na verdade não chega a ser exatamente um lance tão Moroder assim. Não tem todo aquele punch. É um lance bem pop, mas ao mesmo tempo você consegue captar ali uma pitada de Tangerine Dream. Eu fiz essa comparação com Moroder porque tem uma música que me lembrou um pouco aquela de Never Ending Story, composta pelo Moroder e cantada pelo cara do Kajagoogoo.

Eu gosto muito da cantora. Não sei quem é. Será que é a Leda?

Leda – Endless Race

Leda – Movin’ On

Agradeço de montão ao Pato de Borracha, que me mostrou esse som. Aproveita pra escutar o som dele também. É Synth foda.

Aqui estão dois links para as músicas do Pato de Borracha: aqui e aqui.

A partir de agora, vou sempre colocar uma faixa bônus, relacionada ao assunto principal. A de hoje é uma composição de Edgar Froese, que foi companheiro de Baumann no TD. É a trilha de Kamikaze, um filme alemão de 1989. Ele não foi dirigido por Fassbinder, mas ele esteve envolvido no filme de alguma forma. Já li, mas esqueci. A música de Froese pra esse filme é meio faroeste kraut.

Veja só um pequeno trecho do filme.

Edgar Froese – Flying Kamikaze

PS: Mudei. Hoje eu coloquei os arquivos no Divshare. Vamos ver se é melhor que o Zshare, que estava chatão.

PS 2: Poxa, eu realmente não tenho as manhas da internet. Queria colocar aqui no post aquele playerzinho. Não rolou. Fui lá no Divshare, copiei aquele código embed enorme e colei lá na aba HTML do editor de posts do WordPress. Não rolou. Que merda. Como faz isso?

One Response to “Leda”


  1. Perto do Twitter o blog é um livro. Mas sempre vão ter caras pra se aprofundar. Abraço


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: